O emblema da Ordem Ramakrishna

A meta é tornar-se livre das limitações pelo conhecimento.

SEATTLE website template

Introdução

O emblema da Ordem Ramakrishna foi idealizado pelo próprio Swami Vivekananda, sendo uma obra de arte sem par e inigualável criada por uma das mentes mais ricas da história contemporânea num estado exaltado de inspiração espiritual.

É um símbolo profundo para a meditação reverente na presente era de conflitos e desarmonia.

Este símbolo é o epítome da mensagem de harmonia e síntese de Swamiji que conduz o ser humano à realização da vida.

Esta realmente é a expressão mais eloquente do que ele realmente pregou, do que ele queria que todo homem e mulher fossem e realizassem quer no Ocidente, quer no Oriente.

A meta é comporeender pela experiência direta - aqui nesta mesma vida - o nosso verdadeiro Ser, o Atman radiante e eterno. E através deste entendimento, tornar-se livre de todas as limitações, de todas as escravidões, de toda pequenez.

Esta liberdade espiritual é algo a ser aspirado e conquistado na vida presente. Liberta a pessoa da prisão domiciliar de sua individualidade limitada, conferindo-lhe a bênção da existência universal. E então, o ser humano torna-se uno com aquela Existência-conhecimento-felicidade Absolutos. 'Seja livre. Eis a essência da Religião' disse Swamiji.


Seu significado

Segue o significado deste emblema nas palavras do próprio Swami Vivekananda:

"As ondas sobre no oceano representam Karma; o lotus, Bhakti; e o sol nascentede, Jnana. A serpente em círculo é indicativo do Yoga e do despertar de Kunadalini Shakti; enquanto o cisne representa o Paramatman. Então, o ideal da figura é que pela união de Karma, Jnana, Bhakti e Ioga, a visão do Paramatman é obtida".

Em síntese, o emblema representa a harmonia dos quatro caminhos (yogas) que levam a Deus:

 O caminho de Karma (serviço sem motivos egoístas) representado pela oceano com ondas.

 O caminho de Bhakti (amor a Deus) representado pela flor de lótus .

 O caminho de Jnana (conhecimento) representado pelo sol nascente.

 O caminho de Raja Yoga (o despertar do poder espiritual), representado pela serpente em círculo.

 A realidade Suprema ou Deus, está representada pelo cisne no centro da figura.

 Pela harmonia destes quatro caminhos, consegue-se a suprema visão de Deus - esta é a idéia central.

Na parte inferior do símbolo está escrito em Sânscrito:


“Que o Espírito Supremo nos Ilumine”

Swami Vivekananda acreditava que através da combinação dessas quatro yogas (Karma, Bhakti, Jnana e Raja), a experiência da Realidade Suprema (representada pelo cisne) pode ser obtida. Ainda mais: Perceber a Suprema Realidade é o objetivo verdadeiro, e a meta mais importante da existência humana. A religião torna-se efetiva apenas quando se experimenta essa Realidade. Swami Vivekananda diz: "Se Deus existe, devemos vê-lo, se houver uma alma, temos de percebê-la.

Este emblema é utilizado em toda e qualquer documentação oficial interna ou externamente, sendo um direito autoral da Ordem Ramakrishna protegido por lei.

QUE O ESPÍRITO SUPREMOS NOS ILUMINE.